Home > Gerais > Animais de alta genética foram vistos nas pistas de julgamento de rústicos da raça Angus em Ultrablack na Expointer

Animais de alta genética foram vistos nas pistas de julgamento de rústicos da raça Angus em Ultrablack na Expointer

“Uma mostra extremamente qualificada e com animais para celebrar a raça angus e ultrablack nesta manhã”, foi com essa avaliação que o jurado uruguaio, Juan Marcos Berruti avaliou o avaliou o julgamento de um modo geral dos rústicos angus e ultrablack na manhã desta terça-feira (29/08), na 46ª Expointer 2023 que acontece em Esteio (RS).  

A manhã começou com a consagração das fêmeas Puro Sintético (PS) da raça ultrablack. A Cabanha LS consagrou-se com o título da dupla grande campeã, com o lote 1(tatuagens 1361 e 1349) e melhor fêmea ultrablack, com a novilha da tatuagem LS 1361, do também lote 1 “Estamos muito contentes com o resultado que alcançamos”, comemora Adriano Servelo, sócio proprietário da Cabanha de Alegrete.

A seguir foram avaliados os machos puros sintéticos (PS) da raça ultrablack, que sagrou a Cabanha Madrugada, de Cachoeira do Sul, com a dupla grande campeã com o lote 5 (tatuagens A06 e A04). Vinicius Só Porto, proprietário da cabanha, comemora a estreia em Esteio “É a primeira vez que trouxemos animais, e estamos muito felizes em sairmos com um prêmio. É sinal de que o nosso trabalho está no caminho certo”.

O melhor macho Ultrablack da exposição foi o animal de tatuagem 320 que pertence ao lote 4, da expositora Paulina Macedo Linhares, da Tradição Azul, de Uruguaiana.

Nas fêmeas, a dupla reservada grande campeã e a terceira melhor dupla da raça ultrablack foi para a Tradição Azul, da criadora Paulina Macedo Linhares, com o lote 4 (tatuagens 328 e 320) e lote 3 (tatuagens 324 e 0341), respectivamente.

O julgamento da raça angus iniciou com a avaliação das fêmeas, e o trio grande campeão foi o lote 2, do criador Francisco Azambuja Amaral, da Estância Três Marias, de Santa Vitória do Palmar (RS), (tatuagens TE494, TE484, TE464), a melhor fêmea PO foi o animal de tatuagem TE484 também da Estância Três Marias. “É um momento de comemoração”, celebra Francisco. Já o trio reservado de grande campeão foi sagrado pelo lote 3 de Paulina Macedo Linhares, da Tradição Azul, com os animais de tatuagem FIV4803, 4011 e 4007. O terceiro melhor trio de fêmeas PO ficou com o lote 5, de José Paulo Dornelles Cairoli, da Fazenda Reconquista (tatuagem TE3362, 3309, TE3313) de Alegrete.

Logo em seguida foi a vez dos machos da raça angus. A premiação começou com o trio grande campeão que foi para a Parceria Rotta Assis, Estância Tradição, com o lote 8 (tatuagens T154, T153 e T161) que também levou para casa o título de melhor macho PO da exposição, com o animal de tatuagem T153. “Estamos aqui elevando a raça, e a competição é apenas a forma de mostrarmos os melhores da estação, mas sempre com um objetivo maior”, salienta Rogério Rotta Assis, um dos proprietários da Estância Tradição.

O trio reservado de grande campeão foi da Estância Três Marias, de Francisco Azambuja Amaral, (tatuagens 611, 527 e TE517), e o terceiro melhor trio foi para os animais do lote 12, propriedade de Caio Cezar Fernandez Vianna, da Cabanha São Xavier, de Tupanciretã, com os animais de tatuagens (TE3169, 3148 e 3114).

“Vimos uma exposição de rústicos da raça angus e ultrablack muito bem planejada pelos nossos associados. Hoje comemoramos as duas raças e sabemos que estamos no caminho correto para a expansão da raça no país”, finaliza Mariana Tellechea, presidente da Associação Brasileira de Angus.