Home > Gerais > Atriz brasileira volta a questionar a segurança das vacinas

Atriz brasileira volta a questionar a segurança das vacinas

Regina Duarte, atriz extensamente conhecida, questiona a necessidade de obrigatoriedade das vacinas contra Covid-19 para crianças

Após a divulgação do Ministério da Saúde sobre a obrigatoriedade da vacina de Covid-19, Regina Duarte, que é abertamente contra a vacina, expôs sua opinião nas redes sociais no último dia 4. 

Segundo a atriz, as indústrias farmacêuticas não dão segurança para a aplicação das vacinas em crianças. “Lamento muito sentir [logo no início deste ano] que devo postar essa advertência: nossas crianças não têm segurança [por parte dos laboratórios farmacêuticos] para serem submetidas a essa vacina da Covid”, escreveu num comentário publicado na web.

Ela continuou a expor sua opinião, se mostrando muito indignada com a decisão do Ministério. “Você que é mãe, pai, avô, avó, tia… a advertência é que procurem se informar sobre a bula da vacina que está sendo proposta às crianças brasileiras. Pronto, falei”, disse Regina Duarte.

Apesar do que dizem, as vacinas têm um histórico muito positivo no combate de doenças, com anos de comprovação. No caso da Covid-19, diversos testes foram administrados para eficácia e emergência da vacina. 

Ainda que as vacinas sejam comprovadas de sua eficácia, os órgãos de saúde ainda prezam pela segurança dos menores. Segundo o edital sobre as vacinas direcionadas a crianças, os ingredientes e a dosagem da vacina para crianças de 5 a 11 anos são diferentes daqueles da vacina para adultos e para adolescentes com 12 anos ou mais. Essa diferença impõe que a Anvisa também avalie aspectos relacionados à qualidade, em especial à estabilidade (prazo de validade e condições de conservação).

Ainda segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária: “As vacinas são administradas a milhões de pessoas saudáveis – incluindo crianças – para prevenir doenças graves, e obedecem a padrões de segurança muito elevados. A Anvisa busca tratar todas as questões de segurança antes de autorizar uma vacina para crianças e os estudos de segurança são contínuos, ou seja, a vacina é monitorada indefinidamente após a sua autorização.”

Segundo Dr. Marco César, Diretor clínico da Salus Imunizações, nossa empresa tem como missão e valores erradicar as fakes News sobre as vacinas e ajudar na proteção da saúde da família. A empresa oferece serviços de vacinação para todas as idades e conta com profissionais capacitados e experientes em imunizações. É importante lembrar que a ciência é clara: as vacinas são seguras e eficazes, e sua utilização é crucial para a prevenção e erradicação de doenças. Por fim, aconselhamos a todos a sempre procurar orientação médica antes de tomar qualquer medicamento e a tomar todas as vacinas recomendadas pelo seu médico. Juntos, podemos manter nossa comunidade saudável e protegida, Finaliza Dr Marco.

Mais Sobre a Salus Imunizações:

A Clínica de Vacinas Salus Imunizações é liderada pela Dra. Marcela Rodrigues, diretora da clínica e médica com 25 anos de experiência em dermatologia. Ela é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Sociedade Brasileira de Imunização e Associação Brasileira de Melanoma. O Dr. Marco César Roque, diretor técnico, é médico especializado em Neurologia Pediátrica, responsável pelo setor de Neurologia Pediátrica do Grupo Santa Joana. Ele também é membro da Sociedade Brasileira de Neurologia Infantil e preceptor no programa de Residência Médica do Hospital Municipal Infantil Menino Jesus-PMSP. A equipe da Salus Imunizações está comprometida em fornecer serviços de vacinação de qualidade e segurança.