Home > Gerais > Calor intenso: como garantir a hidratação ideal dos bebês

Calor intenso: como garantir a hidratação ideal dos bebês

MAM Baby esclarece, com apoio do pediatra Dr. Adolfo L. Q. Sturaro, importância do cuidado redobrado em dias muito quentes, já que os bebês são mais sensíveis com temperaturas elevadas

São Paulo, dezembro de 2023 – O cuidado e atenção com os bebês é importante em qualquer estação do ano. Com a chegada do verão, o calor do Brasil deve se intensificar e, a MAM Baby, especialista em cuidados para bebês, convidou o médico pediatra Dr. Adolfo L. Q. Sturaro para explicar sobre a cautela redobrada necessária com os pequenos, principalmente no que se refere à hidratação e à exposição solar.

A desidratação é a perda excessiva de água pelo organismo e, normalmente, acontece por transpiração, urina e fezes, podendo se agravar nos casos de hipertermia (aumento da temperatura corporal), vômitos ou diarreia, que são condições mais comuns nesta época do ano.

Com isso, é importante manter-se atento a alguns sinais que caracterizam a desidratação, como moleira funda, boca seca, baixo volume de urina, urina concentrada (muito amarelada), pouca ou nenhuma lágrima, criança menos alerta e hipoativa. O Dr. Adolfo L. Q. Sturaro recomenda, independente da idade, que seja oferecida suplementação de líquidos (água) nesses períodos de calor intenso, tendo a quantidade variada de acordo com a idade da criança.

Para bebês que mamam exclusivamente no peito, normalmente, não se faz necessária a reposição de líquido, mas é importante avaliar a intensidade do calor e a necessidade da ingestão de pequenas quantidades de água. Para os demais, é recomendada a complementação de líquido, principalmente nos dias mais quentes, em pequenos volumes (30 ml a 40 ml), de duas a quatro vezes ao dia. 

Para bebês com mais de seis meses, além da água, pode-se oferecer sucos, água de coco e frutas. Lembrando sempre de seguir as quantidades recomendadas pelo pediatra, podem ser oferecidos numa temperatura mais “geladinha”, para que fique mais agradável à criança.

“Uma boa dica é sempre anotar o número de mamadas e a quantidade de líquidos oferecidos durante o dia. Outro ponto importante é o de sempre oferecer uma água de qualidade, filtrada, armazenada de forma higiênica, inclusive durante o seu transporte em passeios e viagens. Isso evita doenças como a hepatite A, diarréia, parasitoses e outras enfermidades que podem advir de uma água contaminada”, explica Sturaro.

O ideal é oferecer os líquidos para os bebês com o auxílio de copos, dependendo da idade. A partir dos seis meses, é possível usar copos como o Trainer, desenvolvido para ser o primeiro copo do bebê, extremamente leve e anatômico. Quando o bebê estiver habituado ao produto, é recomendado utilizar os copos de transição Starter e, por fim, o Fun to Drink, ideal para a fase de transição do copo de treino para o copo comum, devido ao bocal rígido, ajudando na independência do bebê   

“Além da atenção extra na hidratação do bebê, o uso de roupas leves e frescas, de tecidos confortáveis, é necessário para evitar a transpiração excessiva e o desconforto da criança. Caso haja exposição ao sol, como em um passeio no parque, é importante utilizar o protetor solar e um chapeuzinho. É importante, também, evitar horários de picos de temperatura, entre 10 e 16h, exposição demasiada ao sol e a permanência prolongada em locais abafados.

Sobre a MAM

Fundada na Áustria, em 1976, a MAM tem presença em mais de 60 países e está desde 1998 no Brasil. A empresa conquistou a posição de liderança mundial em produtos para bebês e é a principal referência na categoria de chupetas, mamadeiras e bicos de mamadeiras. Com o lema “We love babies”, a MAM continua se expandindo todos os dias, de forma sustentável e responsável, para seguir com seu objetivo de sempre apoiar ao máximo o desenvolvimento individual de todas as crianças e tornar o dia a dia com o bebê mais fácil para os pais. Em 2019, a MAM recebeu a Menção Honrosa pela Comissão Europeia do EU Product Safety Awards por definir e exceder as normas de segurança para chupetas e equipamentos de alimentação, com reconhecimento de seu papel de liderança no desenvolvimento de normas relevantes, que aumentaram o nível de segurança em todo o setor.