Home > Gerais > Janeiro Branco: especialista explica benefícios do exercício físico para a saúde mental

Janeiro Branco: especialista explica benefícios do exercício físico para a saúde mental

Janeiro é o mês focado em campanhas para chamar a atenção para a conscientização do cuidado mental, destacando a importância de se autoconhecer e procurar manter práticas que promovam o bem-estar. Entre os vários hábitos que podem contribuir para uma saúde mental melhor, um dos principais é a rotina de realização de atividade física, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Ainda de acordo com a OMS, cerca de 10% da população mundial sofre com transtornos mentais, o que corresponderia, aproximadamente, a 720 milhões de pessoas. O Brasil é o país que lidera o ranking de ansiedade e depressão na América Latina, com quase 19 milhões de pessoas com essas condições.

De acordo com o coordenador do Grupo AYO e mestre em ciências médicas, Julio Cesar, a prática de atividade física para regular a saúde mental tem sido objeto de estudos científicos, evidenciando uma série de benefícios que vão além dos aspectos físicos. Diante deste cenário, o Grupo AYO lista seis benefícios que a prática de exercício físico pode oferecer:

Redução do estresse e ansiedade

Praticar exercícios físicos libera endorfinas, substâncias químicas naturais do corpo associadas à sensação de bem-estar. Essa liberação ajuda a reduzir os níveis de estresse e ansiedade, promovendo uma sensação de relaxamento e alívio.

Melhora da autoestima

A prática regular de atividades físicas está diretamente relacionada ao aumento da autoestima. Conquistar metas pessoais, desenvolver habilidades e observar melhorias no condicionamento físico contribuem para uma percepção mais positiva de si mesmo.

Estímulo cognitivo

Exercícios físicos promovem a circulação sanguínea, incluindo o fluxo de sangue para o cérebro. Esse aumento no fornecimento de oxigênio e nutrientes beneficia a função cognitiva, auxiliando na concentração, memória e na capacidade de tomada de decisões.

Combate à depressão

Diversos estudos indicam que o exercício físico regular pode ser eficaz no combate à depressão. A atividade física estimula a produção de neurotransmissores, como a serotonina, que desempenham um papel crucial na regulação do humor.

Socialização e interação

Participar de atividades físicas em grupo, como aulas de dança, esportes coletivos ou caminhadas, proporciona oportunidades de socialização. A interação social é essencial para o suporte emocional e para construir conexões significativas, contribuindo para a saúde mental.

Melhoria do sono

A prática regular de exercícios também está associada a um sono de melhor qualidade. O sono adequado é crucial para o equilíbrio emocional e a regulação do humor, influenciando positivamente a saúde mental.

’’A incorporação de hábitos saudáveis, como a prática regular de exercícios físicos, desempenha um papel significativo na prevenção e no tratamento de questões relacionadas à saúde mental. Ao promover um estilo de vida ativo, podemos construir uma sociedade mais consciente e comprometida com o bem-estar integral’’, finaliza Júlio.