Home > Saúde > Janeiro Branco reforça a importância de assistência especializada no tratamento da saúde mental

Janeiro Branco reforça a importância de assistência especializada no tratamento da saúde mental

Redes de cuidadores perceberam crescimento na demanda pelo serviço

Janeiro Branco é uma campanha que surge com o propósito de conscientizar a sociedade sobre a importância da saúde mental. Durante esse mês, diversas ações e debates são promovidos para quebrar tabus e estimular a reflexão sobre o bem-estar emocional, destacando a necessidade de cuidar da mente assim como do corpo.

A importância do período reside no fato de que a saúde mental é parte integral da saúde como um todo. Muitas vezes negligenciada, ela influencia diretamente o modo como as pessoas enfrentam desafios, lidam com o estresse e mantêm relacionamentos interpessoais. Ao dedicar um mês específico para essa causa, a campanha destaca a relevância de investir em práticas que promovam o equilíbrio emocional e o autocuidado.

Nesse contexto, profissionais de assistência especializada desempenham um papel crucial na promoção desse bem-estar. Seja em ambientes hospitalares, familiares ou comunitários, os cuidadores têm se destacado como aliados essenciais.

“A presença atenciosa e o suporte emocional oferecidos pelos cuidadores podem ser determinantes para aqueles que enfrentam desafios de saúde mental. A empatia e o cuidado proporcionados ajudam a construir um ambiente de confiança, fundamental para o desenvolvimento de estratégias de enfrentamento e resiliência”, explica Jessica Ramalho, Diretora de Operações (COO) e cofundadora da Acuidar, maior rede de cuidados especializados do país.

A especialista reforça que a demanda por cuidados a pessoas, de um modo geral, tem sido ascendente. Desde adolescentes até idosos, os pacientes recebem auxílio de um profissional capacitado de acordo com seu caso clínico. “Quando se trata da mente, é essencial entender o que cada indivíduo precisa em sua rotina. Logo, o cuidador que assistirá deve estar ciente das preferências e necessidades do respectivo paciente”, completa.

No âmbito da saúde mental, a atuação dos cuidadores vai além da assistência física. Eles desempenham um papel no oferecimento de apoio emocional e estabelecimento de vínculos significativos para criar um ambiente que promova a segurança psicológica. A presença constante e o comprometimento dos profissionais contribuem para a construção de uma rede de apoio sólida, capaz de impactar positivamente a jornada daqueles que enfrentam desafios emocionais.

“O Janeiro Branco é o momento ideal para conferir atenção a essa causa. Contamos com mais de 1,8 milhões de assistências, que contam com uma parcela considerável de casos voltados à saúde mental”, evidencia Jessica. “No mundo acelerado que vivemos, o serviço tem sido altamente procurado, e ficamos felizes com isso, pois atesta que existe o reconhecimento da questão e a busca por uma solução”, finaliza.

Sobre a Acuidar:

Fundada em 2016 pelo médico Vitor Hugo de Oliveira e pela fisioterapeuta Jéssica Soares Ramalho, a rede oferece serviços no domicílio do cliente ou durante acompanhamento hospitalar, com opções de diárias avulsas e planos mensais. A marca entrou para o mercado do franchising em 2020, contando hoje com mais de 150 unidades inauguradas. O investimento inicial total é de R$ 44 mil (já com a taxa de franquia) o faturamento médio mensal é de R$ 60 mil e o prazo de retorno é de 6 a 15 meses. Saiba mais em: https://www.acuidarbr.com.br/