Home > Gerais > Laudo revela o que matou quatro jovens dentro de BMW em Balneário Camboriú

Laudo revela o que matou quatro jovens dentro de BMW em Balneário Camboriú

Anúncio foi feito em coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira (12( em Florianópolis

Um laudo da Polícia Científica elaborado a partir de coletas feitas na BMW revelou o que matou os quatro jovens na rodoviária de Balneário Camboriú. O caso chocou o Brasil no primeiro dia do ano, depois que o grupo de amigos foi encontrado sem vida dentro de um carro de luxo.

Conforme os peritos, a causa dos óbitos foi intoxicação por monóxido de carbono, substância sem cheiro e que pode causar asfixia. Desde as primeiras horas após a história vir à tona, os investigadores já suspeitavam de que o gás teria sido responsável pelo mal-estar que terminou na morte de Gustavo Elias, 24 anos, Tiago Ribeiro, 21, Karla Aparecida dos Santos, 19, e Nícolas Kowaleski, 16.

A informação da causa da morte dos quato jovens mineiros foi confirmada em uma coletiva de imprensa feita na sede da Secretaria de Estado de Segurança Pública, em Florianópolis. O encontro reuniu o secretário-adjunto Freibergue Rubem do Nascimento, o delegado-geral de Polícia Civil em SC, Ulisses Gabriel, a perita-geral da Polícia Científica do Estado, Andressa Boer Fronza, além de representantes do Samu, da Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú, do Instituto Médico Legal e também de peritos que ajudaram na investigação.