Home > Saúde > Mirtilo: a fruta que impede o acúmulo de gordura da idade e promove melhora geral da saúde

Mirtilo: a fruta que impede o acúmulo de gordura da idade e promove melhora geral da saúde

Especialista destaca os diversos benefícios do consumo de mirtilo, tanto para a saúde, quanto para pele; Emagrecimento, melhora da circulação sanguínea, proteção do DNA do corpo e aumento do colágeno são alguns dos efeitos benéficos da fruta

São Paulo, novembro de 2023 – Frutas, legumes e vegetais, em geral, trazem diversos benefícios para a saúde. Cada um com suas propriedades e nutrientes beneficiam diferentes áreas do corpo. Mas existem alguns alimentos que são praticamente completos nesse quesito, como é o caso do mirtilo (também conhecido como blueberry, em inglês).

Pequena, mas poderosa, a fruta possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que proporcionam um combo perfeito para a saúde e, também, para a pele. “Rico em vitaminas A, B, C e K, em sais minerais (como o cálcio, cobre, ferro, fósforo, magnésio, manganês, potássio e zinco), além de ser uma fonte natural de flavonoides, resveratrol e antocianidinas, que são substâncias que combatem os radicais livres, anti-inflamatórias e anticancerígenas, o mirtilo previne diversas doenças e ainda combate o envelhecimento precoce”, explica Dr. Maurizio Pupo, farmacêutico e professor especialista em cosmetologia.

Principais benefícios para a saúde 

  • Emagrecimento – Um benefício dessa fruta que é pouco falado, é que ele contribui com o emagrecimento. “O consumo de mirtilo impede o acúmulo de gordura proveniente da idade. Conforme envelhecemos, o nosso metabolismo vai ficando mais lento e, assim, temos mais dificuldade para emagrecer. Por ser baixo em calorias, rico em água e fibras, o consumo do mirtilo contribui com o aumento da saciedade, diminui a sensação de inchaço e facilita a digestão”, ressalta o farmacêutico.
  • Circulação sanguínea – O mirtilo ainda é um potente ativo que ajuda a regular o açúcar no sangue e a estimular sua circulação, fazendo com que nosso organismo trabalhe melhor. “Por ser rico em antocianinas, um tipo de antioxidante que ajuda a melhorar a sensibilidade à insulina e reduzir a resistência à insulina, o consumo do mirtilo, além de prevenir a obesidade, ainda previne o surgimento de doenças como diabetes tipo 2”, explica.
  • Benefícios para o coração e controle da hipertensão – Por ser rico em antioxidantes, o mirtilo contribui com a redução do ‘colesterol ruim’ e, desta forma, previne doenças cardíacas. “Em estudos realizados com mais de 80 mil enfermeiras, descobriu-se que o consumo de mirtilo diminuiu em 32% o risco de ataques cardíacos. Esse dado foi creditado à maior ingestão de antocianinas, um dos principais antioxidantes do mirtilo. Outro estudo também apontou que, por ser rico em flavonoides, o mirtilo pode contribuir com a redução da pressão arterial e com os níveis de colesterol, o que, consequentemente, diminui também o risco de problemas cardíacos”, ressalta o especialista.
  • Melhora da visão – A fruta também é conhecida por seus benefícios para condições oculares, como a catarata, a retinopatia, a degeneração macular (perda de visão no centro do campo visual, devido a danos na retina) e visão noturna. “Um dos benefícios da antocianina, é justamente a capacidade de reverter ou evitar problemas oculares, principalmente, quando falamos sobre perda de visão relacionada à idade ou fadiga muscular, que pode ocorrer por conta do uso excessivo de computadores e celulares”, diz Dr. Maurizio.
  • Prevenção contra o câncer – Outro benefício bastante conhecido do consumo do mirtilo, é a prevenção contra o câncer, já que a fruta possui grandes quantidades de compostos fenólicos, ou seja, potentes antioxidantes com propriedades anticancerígenas que atuam diminuindo o estresse oxidativo do organismo. “Desta forma, o consumo do mirtilo evita danos ao DNA do nosso corpo e, assim, inibe a proliferação das células cancerosas. Segundo estudos, o mirtilo oferece propriedades que são capazes de promover a apoptose (morte celular) em células cancerosas e, ainda, pode promover a redução da invasão dessas células e, consequentemente, as metástases no organismo”, explica o farmacêutico.
  • Melhora da capacidade cognitiva e função cerebral – Sabemos que o estresse oxidativo pode acelerar o processo de envelhecimento do cérebro e, assim, afetar suas funções. Porém, os antioxidantes encontrados no mirtilo podem beneficiar neurônios envelhecidos e áreas do cérebro essenciais para a inteligência, aumentando a capacidade de memória e prevenindo o desenvolvimento de doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer. “Estudos apontam que o consumo diário de suco de mirtilo por idosos com comprometimento cognitivo leve, tiveram melhorias em diversas áreas da função cerebral com apenas 12 semanas de testes”, destaca.
  • Prevenção de infecção urinária – Por suas propriedades antibacterianas, o mirtilo também é um grande aliado na prevenção e no tratamento da infecção urinária. “A fruta possui compostos que impedem que as bactérias fiquem aderidas ao trato urinário. Desta forma, seu consumo ajuda a impedir que bactérias (especialmente a Escherichia coli) se liguem à parede da bexiga e causem infecções”, afirma o especialista.

E os benefícios do mirtilo para a saúde não param por aí. Por ser uma fruta com tantas propriedades benéficas, o consumo do mirtilo ainda pode contribuir com:

  • Fortalecimento do sistema imunológico;
  • Diminuição do acúmulo de gordura no fígado;
  • Melhora do trato gastrointestinal;
  • Auxílio no tratamento de doenças como artrite e artrose;
  • Contribui com a recuperação muscular após exercícios físicos;
  • Melhora do humor e sensação de bem-estar.

Benefícios para a pele

E não bastasse a fruta promover tantas melhorias para a saúde do corpo, ela também é conhecida por seus benefícios para a pele e para o cabelo. Entre os principais, podemos destacar os seguintes:

  • Combate ao envelhecimento precoce – Por ser rico em antioxidantes e em propriedades anti-inflamatórias, o mirtilo contribui com a formação de colágeno e previne contra os radicais livres, principais causadores de rugas e sinais de envelhecimento.
  • Prevenção e tratamento da acne – Por possuir alta concentração de salicilatos (propriedade muito utilizada em produtos tópicos para tratamento de acne), o mirtilo beneficia na redução da pele morta, na limpeza de poros entupidos e ainda é um forte combatente da proliferação de bactérias. Além disso, o mirtilo é rico em fibra, propriedade que ajuda a ‘expulsar’ leveduras e fungos do corpo na forma de excreções e, quando isso não acontece, essas excreções saem através da pele, o que pode resultar em erupção cutânea e acne.
  • Melhora do colágeno – Por ser rico em vitamina A e C, o consumo do mirtilo estimula a criação de colágeno e elastina, proporcionando uma pele mais firme e rejuvenescida.
  • Benefícios capilares – O mirtilo ajuda a estimular o crescimento dos fios capilares e, por ser rico em vitamina B, o mirtilo também pode prevenir e atrasar o surgimento de cabelos brancos que, apesar de ainda não se ter informações sobre o motivo do grisalho precoce em algumas pessoas, é sabido que a deficiência de vitamina B12 pode causar esse tipo de condição.

Consumo do mirtilo

Mesmo sendo uma fruta tão completa para a saúde, seu consumo não precisa ser exagerado para garantir todos os benefícios citados acima. “O consumo do mirtilo pode ser feito com a fruta pura, ou mesmo em sucos, vitaminas e em diversas receitas. No Brasil, por não ser o país de origem do mirtilo, encontramos essa fruta com mais facilidade em formato de suplementos”, explica Dr. Maurizio Pupo.

“Ainda é importante ressaltar que o consumo da fruta natural não deve ultrapassar de 60g a 120g. Estudos apontam que o consumo diário de 50g já é suficiente para o nosso corpo absorver todas as propriedades benéficas do mirtilo. De qualquer forma, ter o acompanhamento de um nutricionista é sempre indicado para obter os melhores resultados de acordo com as necessidades do organismo de cada um”, finaliza o farmacêutico.

Sobre o Dr. Maurizio Pupo

Dr. Maurizio Pupo é farmacêutico ítalo brasileiro, pesquisador e professor especialista em cosmetologia. É autor de vários livros na área cosmética como: Tratado de Fotoproteção, Luz Azul | Luz Visível e Impactos na Dermatologia, DIFENDIOX® OPP’s Antioxidantes Biologicamente Ativos e Estabilizados em Sistema Hydromicelar, entre outros. Além disso, é CEO e responsável pelo desenvolvimento dos produtos marca de dermocosméticos ADA TINA.