Aluno ameaça massacre com armas de fogo em Universidade de Itajaí.

Desde cedo viaturas da Polícia Militar estavam nos portões de acesso e dentro do Campus da Univali de Itajaí, nesta quinta-feira (24). Segundo o comando da PM, a medida foi para averiguar uma possível ameaça de massacre aos alunos.


Na noite de quarta-feira (23), por volta das 21h, a Polícia Militar tomou conhecimento que estaria circulando em grupos de whatsapp a informação de que um aluno, do “terceirão” do ensino médio, do Colégio de Aplicação da Univali estaria postando mensagens em redes sociais no sentido de que realizaria um “massacre” na manhã do dia seguinte.


Aluno do terceirão do Colégio de Aplicação da Univali teria divulgado nas redes sociais fotos com arma e amaças.

Diante disso, a Polícia Militar passou a monitorar o adolescente em redes sociais e realizou contato com a coordenação da Universidade, que, por sua vez, entrou em contato com a família do adolescente, a qual relatou ter sido uma brincadeira em redes sociais e que as armas postadas em fotografias seriam de “airsoft”.


Ainda na noite de quarta-feira (23) a Universidade também divulgou uma nota oficial, posicionando-se sobre a situação e esclarecendo os fatos. Segundo a nota, o aluno não retornará ás aulas, ou seja foi expulso da escola.


Ainda assim, para garantir a segurança e tranquilidade dos alunos e famílias, a guarnição da Polícia Militar foi até a universidade e permaneceu no local.


Ainda conforme a PM, o Procurador-Geral da Universidade confirmou as informações divulgadas em nota e esclareceu que as postagens do aluno em rede sociais realmente se tratava de uma brincadeira de mau gosto, e que a arma por ele empunhada se tratava de uma réplica (airsoft).


Click Notícias

Fonte: SC Todo Dia


71 visualizações0 comentário