Cobra é encontrada viva dentro de couve-flor em Florianópolis

Caso aconteceu na sexta-feira (24) no bairro Ingleses; animal foi solto em área de mata

Uma moradora do bairro Ingleses, em Florianópolis, encontrou uma cobra em uma couve-flor. Patrícia Stenay, 54 anos, diz que o animal saiu do legume e ficou parado na pia da casa. O flagrante aconteceu na sexta-feira (24) logo após a compra do produto.

O caso foi divulgado inicialmente no jornal Conexão Comunidade e as informações foram confirmadas pelo Hora de Santa Catarina.

Patrícia conta que uma amiga viu primeiro o animal e acreditou se tratar de uma brincadeira com um bicho falso.

— Ela meteu a mão para segurar achando que era brinquedo. Aí ela [a cobra] só deu uma arranhadinha no dedo, não conseguiu picar. Daí virou um ‘fervo’ este apartamento. Uma correria— conta a empresária.

Com ajuda de um vizinho, Patrícia conseguiu colocar a cobra em uma garrafa de plástico. O animal foi levado até uma área de mata onde foi solto. A empresária conta que alertou o local onde comprou a couve-flor sobre o ocorrido.

O biólogo especialista em serpentes, Christian Raboch, analisou a imagem e disse que a cobra encontrada é da espécie Dormideira (Dipsas Neuwiedi). Ela pode ser confundida com jararaca, que é venenosa e uma das principais responsáveis por acidentes com picadas no Brasil, mas é inofensiva.

Ao contrário das dormideiras, as jararacas (Bothrops jararaca) possuem um padrão escuro em formato de "v" pelo corpo. Outra diferença, de acordo com o especialista, é que a jararaca tem uma fissura entre os olhos e a narina, chamada de fosseta loreal.

— No começo é difícil diferenciar, pois se tratam de serpentes marrons. Claro que muitas vezes as pessoas não vão reparar nisso, mas é interessante destacar — disse.

Click Notícias

Caio Ribeiro DRT 0002619/SC

Fonte: NSC


5 visualizações0 comentário