Maus-tratos em creche de floripa vão de chantagem a cobertor para abafar choro

A Polícia Civil deve iniciar nesta semana os depoimentos das mães que denunciaram casos de maus-tratos a crianças em uma creche particular de Florianópolis. Os relatos vão desde chantagem até uso de cobertor para abafar o choro dos pequenos. O caso foi descoberto após vídeos circularem nas redes sociais. Para especialistas, abordagem pode afetar o emocional e o desenvolvimento das vítimas.


Ao menos quatro famílias realizaram a denúncia contra o estabelecimento no fim de semana. Segundo a delegada Michele Alves Correa Rebello, um inquérito sobre o caso já foi aberto.


Ao menos quatro famílias denunciaram o estabelecimento no fim de semana, que suspendeu as aulas por tempo indeterminado; mães vão prestar depoimento

— Já iniciaram as investigações preliminares, e o boletim de ocorrência já foi formalizado por algumas mães. Ela [a suspeita pelos maus-tratos] deve ser ouvida e vamos confirmar ou não os fatos que trouxeram até a polícia — explica.

Em um dos vídeos, no qual a NSC TV teve acesso, uma mulher é flagrada usando um cobertor para abafar o choro de uma bebê. Uma funcionária, que não quis ser identificada, relatou que as agressões eram constantes.


Creche fala em "fake news"

A Creche Bem-Me-Quer, alvo das investigações, se manifestou sobre o caso neste domingo (3) por meio dos advogados de defesa. Em nota, o estabelecimento chamou a denúncia de "fake news" e que "não reconhece a validade das imagens divulgadas, declarando que fica a disposição para prestar eventuais esclarecimentos".

As atividades na escola foram suspensas nesta segunda-feira (4), sem data para retorno. Procurada pela equipe da NSC TV, a diretora da creche não quis se pronunciar sobre as imagens.


Click Notícias

Fonte: NSC





32 visualizações0 comentário