Mulher é agredida com faca, chama a PM, mas retira queixa contra marido em Indaial

A guarnição da PM de Indaial foi acionada para averiguar uma discussão entre casal onde a vítima teria sido agredida pelo marido com uma faca, na rua Trombudo Central, Rio Morto, por volta das 22h00 de domingo (11)

No local foi conversado com a mulher, a qual informou que seu marido usava uma faca de cozinha. Afirmou ainda que durante a discussão acabou tendo um corte no dedo de sua mão esquerda.

No local o suposto autor das agressões, estava em visível estado de embriaguez e nervoso, sendo necessário fazer uso de algemas para garantir a segurança de todos os envolvidos.

A guarnição deslocou com a vítima até o Hospital Beatriz Ramos onde recebeu atendimento médico e em seguida foi deslocado até a Delegacia de Polícia Civil para dar seguimento aos procedimentos previstos em Lei.

No momento em que a guarnição finalizava o boletim, a vítima mudou sua versão dos fatos afirmando que Carlos não teve culpa no ferimento, que somente o acusou pois ficou com muita raiva dele, reafirmando, porém, que tiveram uma discussão.

Assim, desfeito o mal entendido, foram todos liberados sendo que a vítima foi para a casa de sua irmã e a guarnição levou o homem até sua residência.


Um fato um tanto estranho, pois se o homem era culpado e ela simplesmente reverteu a história e se não era, deveria ser enquadrada por ter feito a PM perder tempo. Esta história de ser agredida e depois ficar ou com pena, ou com medo e não representar tem um fim que todos já conhecemos.


Click Notícias

Caio Ribeiro DRT 0002619/SC



37 visualizações0 comentário