Termina no dia 4 de maio prazo para tirar, regularizar ou transferir o título de eleitor

Termina na semana que vem o prazo para obter, regularizar ou transferir o título de eleitor.


Para transferir o domicílio eleitoral, o endereço onde mora, o eleitor precisa comprovar que mudou de cidade ou de bairro há pelo menos três meses; tem que estar em dia com a Justiça Eleitoral - ter votado nas últimas eleições ou justificado a ausência; e não pode ter transferido ou tirado o título pela primeira vez nos últimos 12 meses.


A transferência pode ser feita pelo site do TSE. No "Autoatendimento do eleitor", o eleitor clica na opção "Atendimento ao eleitor" e, em seguida, "Atualize seu endereço", que vai direcionar para a página "Atendimento a distância pelo título net". Antes de seguir, o sistema mostra as regras e os documentos necessários para fazer a transferência, que são uma selfie segurando um documento oficial com foto; imagens de frente e verso de um documento de identificação; e um comprovante de residência.


O eleitor pode acompanhar o andamento do processo e ter acesso ao documento no aplicativo e-Título.

O prazo termina na semana que vem, dia 4 de maio. A data também é limite para adolescentes tirarem o primeiro título de eleitor. O que muita gente não sabe é que jovens que completarão 16 anos até o primeiro turno também podem tirar o título e votar.


A lei eleitoral determina que o cadastro de eleitores esteja pronto 150 dias antes das eleições. Por isso, o prazo acaba em 4 de maio. Depois dessa data não serão permitidas alterações no título de eleitor. A Justiça Eleitoral precisa desse tempo para preparar as eleições. Neste ano, o primeiro turno será no dia 2 de outubro.


Click Notícias

Caio Ribeiro DRT 2916


15 visualizações0 comentário