Home > Gerais > Pulando Carnaval com Diabetes: 5 dicas para não ficar de fora da folia  

Pulando Carnaval com Diabetes: 5 dicas para não ficar de fora da folia  

Diagnosticada com diabetes tipo 1 desde os seis anos de idade, Beatriz Scher, empreendedora e influenciadora especialista no assunto, compartilha orientações fundamentais para diabéticos aproveitarem a festa sem medo 

Com a chegada do Carnaval, muitos foliões já se preparam para cair na festa. Só no Rio de Janeiro desfilam mais de 450 blocos oficiais. Para os diabéticos, no entanto, a festa requer alguns cuidados especiais. Beatriz Scher, carioca, diabética e empreendedora do ramo da diabetes, compartilha dicas essenciais para garantir uma experiência segura e divertida durante os dias de folia.  

“Hidratação é fundamental para todos, mas para os diabéticos é ainda mais importante, pois a desidratação pode causar resistência à insulina e hiperglicemias”, destaca Beatriz. “Por isso, é essencial beber bastante água ao longo do dia, principalmente durante o Carnaval, quando estamos expostos ao sol e à agitação dos blocos.” 

Além da hidratação, a empreendedora ressalta a importância de manter as insulinas em um estojo térmico ou bolsa térmica. “As altas temperaturas durante os desfiles podem comprometer a eficácia da insulina, por isso é essencial mantê-la refrigerada para evitar problemas de saúde”, explica. 

Outra dica valiosa de Beatriz é sempre ter consigo documentos e informações que comprovem que é diabético tipo 1. “Em casos de emergência, isso pode agilizar o atendimento médico e garantir o tratamento adequado”, enfatiza. “Além disso, é fundamental levar um aparelho de glicemia para verificar a glicose regularmente e evitar surpresas desagradáveis durante a festa.” 

Para evitar episódios de hipoglicemia, Beatriz aconselha não andar sem tratamento para a condição. “Açúcar em sachê, balas ou sachê de mel são opções práticas para elevar a glicose em caso de emergência”, diz. “E nunca é demais lembrar: não beba sem se alimentar adequadamente, pois o consumo de bebidas alcoólicas sem comida no estômago pode levar a hipoglicemias perigosas.” 

Com as dicas de Beatriz Scher, diabéticos podem aproveitar o Carnaval com mais tranquilidade e segurança. Manter-se hidratado, refrigerar as insulinas, estar preparado para emergências e monitorar constantemente a glicose, são medidas simples que fazem toda a diferença para garantir uma folia saudável e sem contratempos. Com responsabilidade e cuidado, é possível curtir a festa sem preocupações e aproveitar ao máximo esse momento de celebração e alegria. 

Sobre Beatriz Scher (@biabetica): 

Conhecida como a “influencer da diabetes”, a carioca de 30 anos começou a se aventurar na produção de conteúdo sobre a condição, em 2016. Diagnosticada aos seis anos com diabetes tipo 1, hoje seu objetivo é ser uma porta-voz em prol da conscientização da doença. Através do @biabetica, que conta com mais de 50 mil seguidores no Instagram, Beatriz Scher compartilha a rotina de uma pessoa com a condição, além de educar sobre tratamentos, aparelhos e tudo relacionado ao universo da diabetes. O projeto rendeu, inclusive, uma nova empreitada: a loja Biabética, e-commerce especializado em acessórios alegres e divertidos para pessoas com a condição.